domingo, 31 de maio de 2020

Capítulo 5: Umidificação em Cristo

Prólogo
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4


No capítulo anterior de "Memórias de uma Ex-Piranha":

O lindo varão se afastou assustado com a revelação, olhando para minha barriga que ainda estava chapada graças à minha Dieta em Cristo.

- Agora precisamos nos casar - disse eu bem firme.

Wander olhou para o lado e com a cabeça baixa disse:

- Não posso casar com você, mal nos conhecemos e tudo isso causaria um problema imensurável. Mas eu assumirei a criança, serei pai dela! 

Deus me iluminou naquele momento e me deu uma idéia maravilhosa, a única coisa que alguém com caráter e sensatez poderia fazer naquele momento. Uma idéia que salvaria minha reputação e a vida de Karine Valentiny:
- Te dou 20 mil reais para se casar comigo, mais 10 mil se você pedir a guarda de Karine Valentiny. Assim formaremos uma linda família e todo mundo fica feliz!
Wander olhou bem em meus olhos e eu quase me caguei em Cristo de tanta ansiedade esperando a sua resposta.

SOCORRO JESUS!!!






Memórias de uma ex-piranha
Capítulo 5: Umidificação em Cristo
Autor: Deus 
Escritora e revisoura gramatical: Cleycianne Ferreira


Wander não me respondeu, mas me tascou um beijo ardente em Satanás em minha boca. Eu amoleci e me entreguei ao varão. Será que aquilo era um sim? Porém o fogo satânico que quase corrompeu minha vagina foi interrompido por uma visita supresa. Layla Camile chegou e nos flagrou no meio da pegação:

- Wander, você tá pegando a minha mãe? - disse Layla Camile desesperada

Wander soltou meu corpo, agarrou a minha mão e disse:

- Sim, Layla. Eu estou apaixonado pela sua mãe e nós vamos nos casar!!

Me umidifiquei em Cristo com a atitude do varão e toda feliz dei um sorrisinho para Layla.

- Wander, eu não posso acreditar nisso. Mãe, você não se cansa de ser uma pessoa escrota? Você sequestrou minha filha e agora roubou meu namorado? Meu pai Wanessa tem razão, você é uma vadia gospel!! - disse Layla Camile aos berros. 

Wander tentou se explicar:

- Layla nós vamos nos casar por que sua mãe está...
- APAIXONADA, por esse varão lindo!! - disse eu interrompendo Wander, pois só anunciaria a minha gravidez depois do casamento, pois preciso manter a minha dignidade. 

Layla ficou paralisada olhando para nós dois e virou as costas para ir embora, mas eu a impedi, pois precisava fazer um pedido, a agarrei pelo braço e disse:

- E você entrará como daminha de honra levando as alianças e carregando Karine Valentiny em seu colo, com lindo megahair para tirar essa sua cara de sapatão.
- Jamais farei isso, Cleycianne! Já não basta tudo o que você fez? Ainda quer me humilhar dessa forma? - disse Layla Camile deixando cair uma lágrima de seu olho direito.
- A escolha é sua! Ou você faz isso ou eu e Wander pediremos a guarda de Karine Valentiny. O que você prefere? - disse eu tentando deixar o meu casamento mais lindo e emocionante possível.

Layla engoliu seco, virou as costas e saiu incrédula. Mas o que eu posso fazer, gente? Preciso jogar com as melhores fichas que tenho, quero garantir que tudo seja lindo e perfeito em meu casamento.

Após toda essa contenda, Wander me passou o número de sua conta e ficamos a tarde inteirinha nos conhecendo. Contei para ele toda o meu testemunho de superação em Cristo e ele me contou sua história. Wander, que na verdade se chama Wandersson, assim como meu ex-marido (que coincidência, não?), veio de Araraquara, interior de São Paulo, para se tornar um ator famoso aqui na capital, mas infelizmente o seu sonho ainda não havia sido realizado. Ele fazia pequenas peças de teatro e vivia fazendo testes para entrar nas novelas do SBT e da Record. Wander era um sonhador, um sonhador que precisava muito de dinheiro.  Combinamos que não falaríamos sobre a gravidez até o casamento e que moraríamos juntos em meu ungido sobrado em Itaquera. Porém eu precisava acelerar os planos do casório, antes que minha barriguinha começasse a aparecer, mas havia alguns probleminhas.

Nas eleições de 2018 eu rompi com a minha congregação, a Igreja Ungida de Itaquera, pois eu sou crente, mas não sou bolsominia. Então abri uma Igreja inclusiva chamada Igreja Universal do Reino da POCs (POCs= Perfeitas aos Olhos de Cristo), porém minha Igreja faliu em poucos meses, pois amor e inclusão não trazem lucros no meio gospel. Desde então me tornei uma crente independente, fazia pequenos cultos em casa e pregava pela internet em meu blog e redes sociais, mas eu precisava que meu casamento fosse na Igreja Ungida e que contasse com a presença de toda comunidade gospel de Itaquera, pois queria esfregar na cara de todos o meu lindo varão Wander.

Uma oferta bem generosa fez com que o Pastor Jairo aceitasse meu retorno triunfal à Igreja Ungida e o meu casamento,  porém eu teria apenas uma semana para preparar tudo. Com a ajuda de algumas irmãs, encomendei meu vestido, enviei o vestido de daminha de honra para Layla Camile, assim como o de Karine Valentiny e comprei um lindo terno para Wander na ungida loja Dorinho´s. Toda crente tem experiência em preparar um casamento rápido para não cair na tentação do sexo antes do casamento com seu varão, por isso tudo foi muito fácil em Cristo.

No dia do casamento a Igreja estava linda, toda decorada com flores de plástico que pareciam reais e muito tule em tudo, coloquei até umas samambaias no altar para ficar bem casamento de blogueira famosa. Layla Camile, com um olhar muito triste, apareceu com lindo megahair e o maravilhoso vestido que eu comprei, ela carregava Karine Valentiny em seu colo, que parecia uma princesinha saída de alguma novela bíblica da Record.

- Estou fazendo isso pela minha filha, espero que nos deixe em paz. - disse Layla Camile muito raivosa.

Eu apenas ignorei e sorri para os fotógrafos que me esperavam na frente da Igreja. Tudo estava lindo demais para me estressar com frescuras de minha filha.

A marcha nupcial começou, as portas se abriram e eu pude avistar o meu lindo varão no altar. A Igreja estava lotada, as irmãs me olhavam com muita inveja enquanto eu entrava deslumbrante com meu vestido de noiva e eu só pensava "CARA NA POEIRA KKKKKKK". Mas um fato me chamou atenção, todos os convidados da Igreja seguravam um DVD com o título "Memórias de uma Ex-Piranha". O que será que era aquilo? Não deixei me abater e segui de encontro ao meu varão no altar.

A linda cerimônia começou e havia chegado a hora de Layla entrar com Karine Valentiny para trazer nossas alianças. Sem olhar para os lados, Layla entrou toda emburrada na Igreja. Eu fiquei muito nervosa, pois queria uma entrada emocionante, então quando ela chegou perto do altar, eu sorri, a abracei emocionada e falei uma verdade em seu ouvido:

- Pegadinha em Cristo! Eu e Wander vamos pedir a guarda de Karine Valentiny de qualquer jeito. 

Layla começou a chorar copiosamente e a Igreja toda se emocionou com a linda cena da filha se emocionando no casamento do mãe.

A hora de trocar as alianças havia chegado, então Pastor Jairo disse a famosa frase:

- Quem tiver alguma coisa contra esse casamento, que fale agora ou cale-se para sempre.

Foi então que uma voz veio do fundo da Igreja:
- EU TENHO!!
Eu não pude acreditar no que estava acontecendo, era a Irmã Wanda com sua camiseta da Suvinil, pochete e jeans surrado tentando acabar com meu casamento.

- Cleycianne não poderia estar casando nessa Igreja, pois ela está grávida! Para celebrar o acontecimento, eu mesma produzi uma lembrancinha de casamento. Um DVD chamado "Memórias de uma Ex-Piranha" com as melhores cenas da Irmã na época que ela era atriz pornô!! CARA NA POEIRA, IRMÃ - disse Irmã Wanda fazendo a sapatão raivosa

Um burburinho tomou conta da Igreja e eu fiquei ali, humilhada no altar.


O QUE EU FIZ PARA MERECER ISSO, JESUS? 



Não perca o próximo capítulo de "Memórias de uma Ex-Piranha"


Colabore para incentivar a produção de material ungido para o blog e redes sociais.in



 Me siga no Instagram: @CleycianneDiva

3 comentários:

  1. Sø não gostei que ela deu 20 mil pro Wander, ele tem que dar mal e devolver o dinheiro pra irmã. Uma irmã que sai da igreja por não ser bolsomígnone não merece isso, tem que casar um prīncipe no final.

    ResponderExcluir
  2. Estou tendo palpitações só de imaginar a ungida crente passando esse vexame no altar, nunca confiei na satânica sapatona Irmã Wanda, certamente ela se dedilha mais que a Chiquinha Gonzaga, tá amarrado! Ansiosa pelas próximas cenas dessa ungida blognovela. Minha vagina já está em prantos.

    ResponderExcluir